Autoridade


Percebi que o amor - não necessariamente o amor - é uma coisa autoritária, que lhe obriga a certas coisas. Que não te pede, em momento nenhum, permissão. Ele chega e você sente-se abalado, encantado. Uma coisa feito mágica.
E às vezes me sinto assim. Por mais que nossa mente esteja ligada à uma certa pessoa, nosso coração persiste em fazer você gostar de outras. Ao mesmo tempo que é incrível, é irritante, onde você se sente mal, às vezes, por isso.
É controlador. Não escolhemos sentir, e às vezes quando menos queremos ele vem. Quando queremos ele pode demorar a chegar. E às vezes você realmente acha que ele chegou, e quando você percebe, ele chega de novo, acompanhado de outra pessoa. É uma situação crítica, onde não há caminhos de saída. Onde não há como não ceder a perfeito encanto.


2 opiniões:

filipe disse...

Mto bom kra ^^

me conta essa inspiração

rs

Fuix.

Livia disse...

que inspiração, hem.
boa sorte e sucesso com o blog :)

Postar um comentário